Aonde você quer ir?
Compartilhar
Você curte Lisboa?
Compartilhe com todo mundo
Recomendação
Entrar com Google +

Praça do Comércio (Terreiro do Paço)

+576
211 941 099
211 941 099
Telefone
Não espere para reservar as atividades
river@river_header_activity
Civitatis
(94)
R$ 87,53
Civitatis
(117)
R$ 153,19
Civitatis
(70)
R$ 345,76

132 opiniões sobre Praça do Comércio (Terreiro do Paço)

Juntinho ao rio

Em plena baixa de Lisboa, esta lindíssima praça proporciona-nos vistas deslumbrantes. A estátua equestre de D. José, os edifícios ocupados com ministérios, e outros departamentos do estado, albergam também cafés e restaurantes com excelentes esplanadas e recentemente as Pousadas de Portugal inauguraram ali uma pousada.

No Tejo, o cais das colunas no verão convida ao relax. Agora é também possível subir ao Arco da Rua Augusta, donde se pode observar grande parte da cidade e alguns dos pontos mais emblemáticos, como o Castelo de São Jorge, a Sé, as ruínas do Convento do Carmo e a ponte sobre

Ler mais
+28

Situada em Lisboa, a Capital de...

Situada em Lisboa, a Capital de Portugal, o complicado é explicar resumidamente os motivos para visitar esta praça!

Foi residência oficial do Rei D.Manuel I mas com o terramoto que abalou Lisboa em 1755 a sua reconstrução foi importância para o plano de Marquês de Pombal. Nas suas Arcadas estão alguns dos Ministérios do Governo de Portugal, e também um dos cafés mais antigos e famosos de Portugal, que era o favorito de Fernando Pessoa, o Martinho da Arcada.

Outro dos seus grandes interesses é sem dúvida o Arco Triunfal da Rua Augusta, que a melhor descrição é visitar as fotografias!

Ler mais
+3

À altura da Praça do Comércio

No cais de Lisboa, que está à altura da Praça do Comércio, apanhámos o ferry para nos dirigirmos ao Barreiro, um povoado que se encontra a sul de Lisboa, e na outra margem do Tejo. Aqui encontrámo-nos com uma espécie de vasos grandes de várias cores, e fabricados com um material plástico, que levavam assentos para descansar, e curiosamente, com rodas para nos podermos deslocar pela zona onde se encontravam.

Na margem pudemos observar como um pescador lançava um cabo com vários anzóis e, uma vez que a linha tocava na água, dava-lhe uns puxões vigorosos para a voltar a tirar. A maior parte

Ler mais
+16

Na minha viagem a Lisboa, no ano...

Na minha viagem a Lisboa, no ano passado, um Domingo de verão e depois de visitar e subir a Torre de Belém, uma fortaleza de pedra de que falo noutro ponto, fui até a Praça do Comércio. Por um lado temos o Arco da Rua Augusta na grande praça do comércio que está aberta por um lado, e dirige o nosso olhar até o rio Tejo, e é como digo, uma praça imensa onde encontramos a estátua equestre de D. José I, e por outro lado temos a cidade antiga, pela qual, hoje em dia, circulam os eléctricos.

+3

Praça do Comércio

A Praia do Comércio (em italiano: Praça do Comércio) está localizado na cidade de Lisboa, em Portugal, perto do rio Tejo. A praça ainda vulgarmente conhecida como Terreiro do Pao (Praça do Palácio), uma vez que aqui estava o Paço da Ribeira, até que foi destruída pelo grande terramoto de Lisboa de 1755. Após o terremoto, a praça foi totalmente remodelada, como parte da reconstrução da Baixa ordenados por Primeiro Marquês de Pombal.

+5

A Praça do Comércio me supreendeu muito

Com ajuda do clima e temperatura minha experiência em Lisboa foi incrível, a Praça do Comércio, o principal ponto turístico da capital portuguesa me deixou de boca a berta!
Enorme e muito bonita. Tinha partes que estão em obras, mas não tirou o glamour e a importância do lugar!

+21

Incrível

Excelente

Incrível. A grandiosidade da praça faz qualquer um ficar espantado, o portal de acesso por si só já é apaixonante de se olhar e, para quem ama arquitetura é colírio para os olhos. Durante à noite cita ponto de encontro entre jovens. Uma dica é fazer uma visita durante o dia e uma visita durante à noite. Outra vez, à noite as luzes dão um show de vida e deixa ainda mais bonito o local.

+3

Tejo

"O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia. "
Fernando Pessoa, por Alberto Caeiro

Depois de caminhar pelas magníficas ruas de Lisboa, a sensação de sentar-se, num final de tarde, nas escadas da Praça do Comércio, que levam ao Tejo, é indescritível, assim como é encantadora a companhia das gaivotas.

Você já esteve aqui?
Compartilhe as suas fotos e opinião para ajudar outros viajantes a descobrirem