No o app você vê muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde você quer ir?
Você curte Lombardia?
Compartilhe com todo mundo
Entrar com Google +

O que fazer em Lombardia

3.284 colaboradores
Abadias em Lombardia Aeroportos em Lombardia Aldeias em Lombardia Áreas de Lazer em Lombardia Bares em Lombardia Bodegas em Lombardia Caminhadas em Lombardia Campos de Golf em Lombardia Castelos em Lombardia Cataratas em Lombardia Catedrais em Lombardia Cemitérios em Lombardia Centros Comerciais em Lombardia Centros de Estética em Lombardia Cidades em Lombardia Circuito Ciclismo em Lombardia Concertos em Lombardia De interesse cultural em Lombardia De interesse desportivo em Lombardia De interesse turístico em Lombardia Discotecas em Lombardia Espectáculos em Lombardia Esqui em Lombardia Estações de Autocarros em Lombardia Estações de Comboio em Lombardia Estádios em Lombardia Estátuas em Lombardia Estradas em Lombardia Exposições em Lombardia Feiras em Lombardia Festas em Lombardia Fortalezas em Lombardia Igrejas em Lombardia Ilhas em Lombardia Informação Turística em Lombardia Jardins em Lombardia Lagos em Lombardia Lojas em Lombardia Mercados em Lombardia Miradores em Lombardia Monumentos Históricos em Lombardia Museus em Lombardia Palácios em Lombardia Parques Temáticos em Lombardia Portos em Lombardia Praças em Lombardia Praias em Lombardia Pueblos de vacaciones em Lombardia Racetracks em Lombardia Reservas Naturais em Lombardia Rios em Lombardia Ruas em Lombardia Ruínas em Lombardia Salas de Concertos em Lombardia Sítios arqueológicos em Lombardia Sítios insólitos em Lombardia Spa em Lombardia Teatros em Lombardia Templos em Lombardia Universidades em Lombardia Vales em Lombardia Zonas de Compras em Lombardia Zonas para sair em Lombardia

1.493 lugares que ver em Lombardia

Catedrais en Milão
Catedral de Milão
(209)
Quem vai a Milão sabe que não tem muito ponto turístico. O mais imponente e bonito é a igreja principal da cidade, o Duomo. Por dentro não é tão lindo quanto por fora, mas a parte mais legal desse ponto é o telhado. Pra quem não sabe, é possível subir no telhado e ficar bem perto das lindas esculturas da arquitetura da igreja. Para subir tem a opção de ir de elevador ou a pé pelas escadas. O elevador é um pouco mais caro, mas de escada é bem mais interessante. Custa 6 euros e não chega a ser tão alto assim. O corredor é bastante estreito sim, todo de pedra... muito bacana. Lá em cima o melhor, a vista da cidade toda e a possibilidade de ver bem de pertinho todas as státuas que compões o prédio. É surpreendente!!
Centros Comerciais en Milão
Galeria Vittorio Emanuele II
(109)
Para além das lojas interessantes que ali se encontram (Louis Vuitton, Prada, Tod's Brione, etc.) esta galeria é um monumento arqitectónico pelos seus vitrais e estilo barroco. Este é um lugar onde, apesar da multidão, é muito agradável passear e que, para além disso, nos leva directamente à Catedral La Scala.
Lagos en Como
Lago de Como
(73)
É realmente um sítio digno de visitar para os amantes da natureza. Um ambiente único. Mas sem dúvida, numa visita ao Lago de Como, não podes deixar de visitar a cidade e as aldeias dos arredores: Moltrasio, Tormo, Laglio...
Castelos en Milão
Castelo Sforzesco
(67)
Esta jóia histórica encontra-se em pleno centro e é muito surpreendente. Aquilo de que mais gostei foi o contraste entre a cidade moderna, as pedras antigas e a relva verde.
Estações de Comboio en Milão
Estação Central de Milão
(74)
Desta vez vamos a Itália, especificamente a Milão, uma cidade linda que eu acabei amando por conta do seu parque, sua igreja, Il Duomo, seus super edifícios, galerias, enfim,bela em todos os sentidos. Além do mais, adorei porque as paradas de metro te deixam em qualquer lugar bem rapidinho. Aqui estão algumas fotos do Duomo, das galerias e algumas outras. Fui no mês de março. Espero que vocês gostem.
Praças en Milão
Piazza Duomo
(59)
De planta regular e ampla, é o centro vital da cidade, ponto de encontro dos milaneses para celebrar importantes eventos. Boa parte da praça é ocupada pela Catedral Duomo, com sua imponente fachada em estilo gótico. Em frente ao monumental Duomo, o Palazzo Carminati, enquanto as laterais maiores da praça se contrapõem simetricamente os Pórticos Meridional e Setentrional. Estes últimos dão acesso à Galleria Vittorio Emanuele II. O último lado é fechado pelo Palazzo dell’Orologio. Durante todo o ano a Piazza Duomo é ocupada por vendedores de souvenirs, em barracas sob os pórticos, ambulantes que fogem ao primeiro sinal de fiscalização, milhares de turistas e suas histéricas máquinas fotográficas, vendedores de migalhas ou milho para pombos, trabalhadores do centro em frenético vai e vem e artistas de todos os tipos que oferecem um pouco de contemplação ou audição em troca de umas moedas. A praça pulsa e vive como poucos lugares do mundo. Quando visitar a Piazza Duomo, tenha cuidado com os batedores de carteiras, não aceite as pulseiras grátis que os africanos oferecem (que de grátis não têm nada); não compre objetos dos vendedores ambulantes, ou correrá o risco de pagar uma multa que pode chegar a três mil euros; Não compre migalhas nem ofereça comida aos pombos, pois isso também é proibido, apesar do efeito fotográfico e nem tente entrar na Duomo de bermudas ou ombros de fora. Se em Roma como os romanos, em Milão, como os milaneses.
Espectáculos en Milão
Teatro alla Scala
(29)
O “Teatro Alla Scala” é um monumento à cultura no centro de Milão, a dois passos da Piazza Duomo. O prédio foi construído em estilo neoclássico pelo arquiteto Giuseppe Piermarini sobre as cinzas do “Teatro Ducale” em 1776, por ordem da imperatriz Maria Teresa d’Austria e foi inaugurado em 1778. Seu nome deriva do local onde o teatro foi edificado, nas proximidades da igreja de “Santa Maria alla Scala”. Foi o primeiro monumento reconstruído depois dos bombardeamentos de 1943. Vários nomes famosos passaram seja pelo palco que pela direção do teatro, tornando o Scala um dos teatros de ópera e ballet mais importantes da Europa. Em 1920 Arturo Toscanini (1867-1957) assumiu a direção do teatro promovendo uma radical reforma. Acolhe a herança musical de Verdi ao mesmo tempo em que instaura uma tradição na execução das obras de Wagner; amplia o repertório teatral e sinfónico da orquestra. Desde 1951 a estação do teatro inicia-se no dia 7 de Dezembro, dia de Sant’Ambrogio, padroeiro de Milão. Os bilhetes para a primeira noite (“la prima”) valem ouro. Em 1997 o Teatro Alla Scala se transforma em uma fundação, iniciando uma decisiva fase de modernização. Entre Janeiro de 2002 e Dezembro de 2004 o teatro passa pela mais profunda reforma do edifício e modernização do palco. Durante esse período o “Teatro degli Arcimboldi”, no bairro Bicocca, acolhe os espetáculos do Scala. Na noite de 7 de Dezembro de 2004 o diretor e maestro Riccardo Muti inaugura as novas instalações com a obra “Europa Riconosciuta”, de Salieri, a mesma que o havia inaugurado em 1778. Para a temporada 2010 – 2011, o teatro apresentará 20 espetáculos, sendo 14 de ópera e 6 de ballet, naquela que será a estação dom maior oferta dos últimos 20 anos.
Catedrais en Milão
Terraços do Duomo
(33)
O mirante mais bonito de Milao. Uma das coisas que todos os visitantes de Milan deveriam fazer é visitar o terraço do Duomo. Pode-se subir por escada (a entrada custa 6 €) ou por elevador (10 €). No topo a vista é de tirar o fôlego. Existem vários terraços de onde se pode ver tudo de Milão, mas é preciso ter cuidado com as varandas, pois costumam ser muito baixas.
Jardins en Milão
Parque Sempione
(31)
O Parco Sempione encontra-se entre o Castelo Sforzesco e a Piazza Sempione com o Ardo da Paz. É muito grande e tranquilo, ideal para dar um passeio, pelos caminhos junto à relva ou às pequenas lagoas, com uma ponte romântica. Parece que as pessoas deixam presos cadeados com mensagens românticas a pedir desejos. Também existe uma zona infantil para crianças.
Zonas para sair en Milão
Naviglio Grande
(21)
Os dois Navigli (o Grande e o Pavese) são duas das áreas mais elegantes da cidade. Lugares geralmente frequentados por jovens e cada vez mais hipsters, que buscam onde tomar uma bebida em algum dos milhares de terraços que estão localizados em ambos os lados dos canais, dar um passeio em torno do bairro, tocar um instrumento... É a área mais boêmia de Milão, muito parecida com o Soho milanês. Ultimamente está cheio de lugares onde tomar um "aperitivo", um novo conceito do norte italiano. "Tomar um aperitivo" é tomar um drinque em um desses lugares, acompanhado de algo comestível: pizza, massas, arroz, sanduíches, frutas, doces... Em suma, um buffet livre com uma bebida de presente. Há muitos locais em Milão que oferecem aperitivos a determinadas horas e os preços, de acordo com a área local, são geralmente entre 7€ e 10€. Ótimo preço para jantar em Milão, já que isso é apenas o que normalmente custaria uma bebida em um terraço médio bem situado.
Aldeias en Varenna
Varenna (Lago di Como)
(21)
Sobretudo se chegares a Varenna desde a cidade de Bellagio de ferry, e assim consegues admirar este lugar desde a água em toda a sua amplitude, e com as montanhas cobertas de neve como pano de fundo. É uma vila antiga e romântica construída em 1823, um lugar espectacular e com um ambiente único. Dizem que no século passado, a rainha lombarda vinha até aqui descansar no verão. Mantém as balaustradas e colunas de mármore, a varanda com vistas para o lago sobre a água é fantástica, assim como a lareira e os quartos, cada um com o nome de uma flor. Uma delícia de lugar (infelizmente, o preço está ao seu nível).
Aldeias en Bellagio
Bellagio (Lago di Como)
(17)
Bellagio é uma cidade na província de Como, na região da Lombardia, no norte da Itália. Foi construído às margens do Lago de Como bem onde o lago tem a bifurcação. As grandes folhages de suas árvores e belas flores são favorecidos pelo clima médio no inverno, nunca abaixo de 6 graus e verões não muito quentes, em torno de 25 graus, o que contribui para a brisa suave do Lago que baixa a temperatura do verão. Bellagio foi chamado de "a pérola do Lago Como" e já era conhecido durante o auge de Roma, não só pela sua beleza, mas por sua posição estratégica. Você pode chegar até este paraíso, em avião de Milão, através de diferentes linhas de trem ou pela estrada.
Monumentos Históricos en Bergamo
Cidade Alta de Bergamo
(23)
A cidade de Bergamo é uma das (inúmeras) cidades histórias da Itália. Dividida entre a Città Alta e Città Bassa, a cidade de Bergamo possui diversos pontos turísticos, como igrejas antigas, pequenos mercados, restaurantes locais e gelatos.
Ruínas en Milão
Colunas de San Lorenzo
(30)
Na frente da Basílica de San Lorenzo Maggiore (http://www.Minube.Com/rincon/30778) encontraram os únicos restos romanos da cidade de Milao. Sao colunas que pertenceram a um templo do século II. Ao lado deles, há longos bancos que eu aproveitei para descansar :D O local é delimitado por uns muros com arcos apontados e arcos de meio ponto.
Estádios en Milão
(24)
Praças en Milão
Piazza dei Mercanti
(16)
Um dos lugares mais interessantes de Milão, a Praça dei Mercanti foi construída no século XIII e está localizada no coração medieval da cidade. Eu fui logo no meu primeiro dia de estadia em Milão, buscando com curiosidade pequenos buracos na parede que, segundo me disseram, serviam para os mercadores comunicarem-se entre si, desde a época do Renascimento. Não encontrei nenhum. Mas, aparentemente, o lugar também guardava outros segredos. Como o casal da fotografia.
Estações de Comboio en Milão
Eléctrico de Milão
(16)
Estas fotos que publiquei do eléctrico de Milão caracterizam-se pelos aspectos especiais do eléctrico. Segundo o que entendi, estes eléctricos são antiquíssimos, mas estão muito bem cuidados. É muito confortável movimentarmo-nos pelo centro de Milão com o eléctrico. Costumam passar com pouco tempo de intervalo entre si, e têm imensas paragens. Na verdade, quando estive em Milão, apanhava um todos os dias.
Monumentos Históricos en Milão
Arco da Paz
(16)
Um arco mais para a coleçao Na verdade não há muito a dizer, um arco mais dois miuitos que existem pelo mundo. Este em especial não me impressionou, é muito grande e bonito, mas nada de especial, aparte de estar aconmpanhado de uma das portas características de Milao, duas estruturas iguais, uma de cada lado do Arco da Paz.