MINUBE
Continuar no app
Abrir
Aonde você quer ir?
Você curte Sri Lanka?
Compartilhe com todo mundo
Entrar com Google +

De interesse cultural em Sri Lanka

40 de interesse cultural em Sri Lanka

De interesse cultural en Sigiriya
Sigiriya
Finalmente, depois de uma hora de escalada, chegamos às ruínas de Sigiriya. Elas foram construídas no cume da rocha gigante que domina a paisagem. A subida não é tão terrível quanto parece, porque faz muito vento e então não se sente tanto o calor que faz lá embaixo. No meio do caminho, você deve fazer uma pausa na maravilhosas caverna das pinturas rupestres, e meia hora depois você está chegando ao cume. A antiga capital do Sri Lanka foi construída como uma série de terraços, cavando o relevo da rocha na sua parte superior. É uma tarefa gigantesca, e até agora não se sabe muito bem como eles tinham tantos conhecimentos de arquitetura e engenharia. Pode-se ver os restos das casas e edifícios administrativos da cidade, além de uma espécie de tanque que servia para conservar a água da chuva para toda a cidade. Se você descer por vários terraços, você tem que subir de novo para tomar o mesmo caminho por onde você passou. No piso inferior do museu, é interessante ver a maquete da rocha e a organização da cidade. Sigiriya é uma grande rocha, um pouco como Ayers Rock, na Austrália, que aparece do nada alguns quilômetros ao norte de Badulla. A entrada é de US$ 25, você pode comprar o passe Triângulo Cultural, que custa US$ 50 e que inclui outras ruínas de interesse. Foi um pouco difícil pegar um transporte público desde Badulla, porque o microônibus estava lotado e parou em cada esquina para tentar pegar mais pessoas. Tomaram conta das nossas mochilas nas bilheterias, o tempo para subir. O lugar faz parte do patrimônio mundial da UNESCO, e é maravilhoso. A 200m de altura, os antigos reis construiram uma verdadeira cidade, com um sistema de irrigação e de defesa incrível. Fazía calor, mas com o vento não foi tão difícil subir. Não se esqueça de levar água e protetor solar. No meio do caminho há uma caverna com maravilhosas pinturas das mulheres do harém do rei. Pensa-se que Sigiriya foi povoada, na época da pré-histórico, e que foi usada para mosteiros dentro da rocha. A capital do antigo reino do Sri Lanka foi construído pelo rei Kassapa I. É um dos sete lugares UNESCO do Sri Lanka. Você chega à pedra pelos jardins e depois começa a subir, já que a cidade foi construída sobre a rocha. No século V antes de Cristo, Sigiriya era um lugar estratégico, perfeito para acolher o poder real, como a sua localização na pedra tornava quase impossível os assaltos. Várias rochas ao redor lhe dava uma proteção adicional. A capital passou a ser Anuradhapura em 495.
De interesse cultural en Anuradhapuraya
Sri Maha Bodhi
(1)
Este templo está no final da avenida da árvore sagrada, e para entrar você tem que passar por um controle de segurança. Com detector de metais e te fazem um registro manualmente, de fato, fiquei surpreso ao ver o elevado nível de segurança. Lá dentro, você não pode ir com sapatos e você tem que cobrir os joelhos e as costas. O templo é um lugar de peregrinação para todos os budistas de Sri Lanka pois ao lado está a famosa árvore sagrada. Trazido da Índia, seria um ramo da árvore onde, faz 2.000 anos, Buda alcançou a iluminação. O templo é muito simples, há várias capelas com imagens de Buda e as pessoas vêm para deixar flores frescas ao lado. As pessoas, embora seja muito pobre, sempre encontra uma moedinha que deixam nos esgostos do templo. Você vai encontrar mais pessoas no início da manhã e no fim de semana. Um tuk tuk te pode levar, mas não para na porta, mas sim te deixa no controle militar.
De interesse cultural en Sigiriya
Afrescos de Sigiriya
(4)
A caverna rupestre está a caminho quando você começa a subir em direção à antiga capital de Sigiriya. A capital foi construída em cima de uma rocha gigante, do nada um pouco como Ayers Rock, na Austrália. Esta caverna é a principal obra de arte que você pode ver ainda em Sigiriya. Estava coberta de pinturas rupestres, das quáis só têm algumas. O lugar tinha sido um refúgio para os monges eremitas nos primeiros tempos. Com a chegada da corte real e da construção da capital, começaram a pintar na caverna os rostos das mulheres do harém. Os detalhes estão muito bem. Tinham até 500 mulheres pintadas na caverna. Vinham aparentemente do mundo inteiro.
De interesse cultural en Haputale
Ella to Haputale Train
(1)
Às 6h40 da manhã e 9h40 sai o comboio de Ella para Colombo com um vagão turistico. Isto significa que, na parte de trás do combio existe uma grande janela que permite que os turistas aproveitem melhor a paisagem. O mais comum é simplesmente continuar até Haputale, que são cerca de 30 km .... Em uma hora e meia. O que me pareceu divertido, é que o combio turístico, quase sempre sai sempre à hora prevista, e os outro comboios locais esperam que este passe. O bilhete em primeira classe turistica custa 750Rs, enquanto que em segunda classe custa 40RS em segunda classe, onde em vez de uma super janela, estará a porta aberta e podes tirar fotos. A paisagem é composta por plantações de chá, montanhas e como companheiros de viajem as pessoas locais, como as crianças que vão para a escola. Eu achei a segunda classe mais interessante por isso, por poder compartilhar com as pessoas de ali. De Haputale o combio continua na direcção de Hatton e Nuwara Elia.
De interesse cultural en Badulla
Estupa de Muthiyagana
No templo Muthiyagana, você vai encontrar uma grande estupa branca, que, aparentemente, é o ponto central de oração no templo. Muthiyagana é um dos 16 principais templos da ilha, e um lugar de peregrinação para os budistas do Sri Lanka. Dizem que dentro da estupa tem as lágrimas de Buda. Durante a 3ª viagem do Buda ao Sri Lanka, Buda deu de presente para Indika um dos seus discípulos, e 3 de suas lágrimas viraram pérolas. Indika as colocou dentro de uma estupa, que as pessoas vêm visitar de todo o país. Há muito fervor neste templo, especialmente se você visitar, pela manhã, todos vão de branco, com flores, para orar com as lágrimas de Buda.
De interesse cultural en Galla
Kosgoda Sea Turtle Hatchery
(1)
Saimos em direção ao tortugário de Galle, mais porque o motorista do tuk tuk insistia que qualquer outra coisa. Estas meias e supostas "ONGs" são bastante corruptas e não gostavamos muito da idéia, mas ok, fomos dar uma olhada. Primeiro eu achei a entrada cara, 2 euros por pessoa, que é o salário médio diário no país, mas eles dizem que os fundos vão para a proteção das tartarugas. Há muitas tartarugas em várias piscinas, alguns são velhas e realmente não sei porque eles não a deixam em estado selvagem, mas a parte mais interessante do projeto é a conservação dos ovos de tartaruga. As tartarugas chegam as praias do sul e deixam cerca de uns 100 ovos cada vez, mas as pessoas querem comer. Então a organização adquire ovos por um preço acima do preço de mercado, para poder, logo, cuidar dos ovos. Se você pagar mais, você pode liberar uma tartaruga do mar, sabendo que destas 100, apenas algumas sobrevivem até à idade adulta.
De interesse cultural en Haputale
Dambatenne tea plantation
A plantação de chá Dambatenne é muito grande e antiga, o inglês Sir Thomas Lipton fundou-a a meados do século XIX. Pode visitar a fábrica ou pode simplesmente pedir a um tuk tuk que o leve pelos arredores da região, se quiser apenas apreciar a paisagem. É uma bela paisagem de montanha com plantas de chá com altura de um metro para ser colhido facilmente. Os funcionários começam cedo, mas têem um longo dia. No geral ganham muito pouco, um pouco mais que um euro por dia, mas a vantagem de trabalhar na lavoura é que tudo está organizado como uma pequena aldeia construido pela empresa. Dão-lhes uma casa onde não paga aluguer, constroiem escolas e contratam os professores, o hospital é gratuto para os mil trabalhadores, os produtos no mercado são a um preço especial para os trabalhadores e mais baratos que na aldeia mais próxima, Haputale. Um autocarrro leva e traz os funcionários e os turistas podem viajar deste modo, caso não desejem um tuk tuk.
De interesse cultural en Nuwara Eliya
Senani Silks
O fábrica de Seda de Senani está em uma colina a 1,6 kilômetros do centro de Kandy. Você pode subir a um tuk tuk por um euro mais ou menos, ou a pé, já que é um agradável passeio para ter uma visão da cidade. Na fábrica, você pode ver o processo de criação de seda natural, com os vermes que a fazem. Em seguida, você pode ver como tratam a seda, e, finalmente, pintam para obter um arco-íris de cores. A seda logo serve para fazer vestidos tradicionais, mas com o crescente interesse dos turistas, também fazem roupas mais fáceis de transportar, você pode encontrar na loja. Eles fazem pouco desconto, mas são produtos de qualidade. A visita é supostamente livre, mas se você não está comprando nada da loja, o guia espera pelo menos uma propina, geralmente R$100 por pessoa.
De interesse cultural en Maha Nuwara
Sri Natha Cultural Centre
Este centro cultural e religioso está dentro do templo de Natha no coração espiritual do Sri Lanka, ao lado do Templo do dente de Buddha. Os peregrinos podem chegar a pedir alojamento, mas no geral há muitas pessoas que o único que podem te oferecer é um espaço no chão, em uma das salas do templo. Fora isso, o centro cultural tem alguns monges que vivem ali ao longo do ano e fala um pouco de inglês. Eles estão felizes de mostrar como moram, a sua rotina diária, os ensinamentos de Buda ... é bastante interessante ver como adoram os mesmos deuses que na Índia, além de Buda, entender algumas lendas desses deuses, e a vida de Buda. Por falta de recursos financeiros têm poucos livros e documentos, mas uma conversa vale o mesmo que tudo isso.
De interesse cultural en Dambulla
Buddhist Museum
O Museu budista Dambulla está na entrada das Cavernas pintadas que tem o mesmo nome, são de Patrimônio Mundial da UNESCO. Mas parece um parque de atração que qualquer outra coisa. Entra-se por uma grande boca de dragão a um pequeno espaço onde lhe explicam um pouco como foram construídas e pintadas as cavernas, que estão mais acima na montanha. A entrada ao Museu não está incluída na entrada às cavernas, que custa US $ 10. Assim, parece caro para não ter afinal, muitas informações. Levávamos a Lonely Planet, que explica muito bem as diferenças entre cada caverna.
De interesse cultural en Haputale
From Hakgala to Haputale
Este ôautocarro é um milagro. Primeiro, porque muitos não passam esta estrada em muito mal estado. Em segundo lugar, está quase vazio. Em geral, os autocarros do Sri Lanka enchem-se na estação de início, com todos os lugares ocupados, além de algumas pessoas em pé. No caminho, sobem ainda mais pessoas. Fui com mochilas tão pequenas quanto possível, ou seja, menos de 8 quilos de bagagem por pessoa, para que entrem debaixo dos assentos do autocarro. É o meio de transporte mais barato, mas é terrivelmente lento. Eu acho que há cerca de 30 quilômetros entre Hakgala e Haputale e demoramos um pouco mais que duas horas. O interior do Sri Lanka é tão montanhoso que, por vezes, para ir de um ponto a outro é mais vantajoso descer até à costa, viajar na autoestrada da costa e voltar subir a montanha do outro lado.
De interesse cultural en Badulla
Frescoes of Kataragama
Os muráis do Templo Hindu estão na parte exterior, ao fundo do que está dentro do salão principal. É uma pena, porque não estão bem protegidos e a maioria estão pouco visíveis. Aparentemente, antes, davam toda a volta ao templo. Perdeu suas cores, se pode ver alguns com elefantes, descrevendo cenas vitoriosas para a defesa da região. As pessoas não parecem perceber o valor histórico destas pinturas e eu duvido que se conservem muito mais tempo...
De interesse cultural en Amparai
Fishing at Arugam Bay
(1)
Os pescadores em Arugam Bay madrugam às 2 da manhã, mais ou menos, para fazer quatro ou cinco horas de pesca em alto mar. No regresso trazem lagostas, por vezes, tubarões e outros peixes exóticos que os hotéis compram para seus hóspedes. Não há muitos restaurantes que não sejam pensões ao mesmo tempo. Pode pedir aos que o alojam para olharem a pesca do dia seguinte e trazer-lhe determinado peixe. No geral, regressam às 10h da manhã, e às vezes, voltam a sair à tarde. Nos convidaram para ir com eles, mas não pudemos. Os barcos são novos, porque os velhos foram levados pelo tsunami em 2004. Estes últimos foram doados por organizações internacionais. Dizem que não são tão bons como os tradicionais barcos de madeira.
De interesse cultural en Amparai
Arugam Delta
Saindo de Pottuvil si pega a estrada de sul para chegar a Arugam bay, a praia de surfistas , passa por um grande lago que na realidade e o delta do lago Karanda Oya . Forma um lago antes de cair no mar. É uma boa área para chegar às primeiras horas da manhã para observar os pássaros. Também à noite, se você tiver sorte, existem elefantes. Há um par de parques naturais de um lado, e às vezes os elefantes vêm-se nesta área. Fomos a pé, não é muito prático porque não há trilhas ou caminhos, e às vezes você se deparar com os pés na lama. O que decidimos foi para seguir as pegadas do que imagino que eram vacas ou búfalos, pois seu peso é superior ao nosso, e não afundar. Trata-se de um lugar agradável, você pode alugar um barco com um guia para visitar um pouco mais.
De interesse cultural en Weligama
By bus in Sri Lanka
Quando eu vejo o vídeo duas vezes, eu fico tonto! O ônibus não vai rápido, porque tem vacas sagradas, pequenos tuk tuks, grandes ônibus, veículos privados... Não sei quem tem prioridade e por qual lado se conduz. Depois de muita observação, o maior tem prioridade. Não é o mais rápido. Então, se você alugar um carro com chofer, não significa que você vai chegar muito mais rápido ao final. O ônibus tem uma espécie cobrador que está na entrada, e quase fora do ônibus que tem muita gente. É um gênio que se lembra de cada rosto e nunca se esquece de cobrar a ninguém. As crianças pagam algumas poucas rúpias. Nós sempre 30 ou 50 rúpias, ou seja 0,25€, um pouco mais, geralmente 100 rúpias (0,50€) por hora de viagem à longa distância. Os ônibus são velhos ônibus Tata que são da Índia. É uma viagem que você tem que fazer pelo menos uma vez, mas se você prefere o transporte privado para ir entre as cidades. Surpreendentemente, os cingaleses cedem os lugares para as mulheres!
De interesse cultural en Maha Nuwara
Kandyan Cultural Center
O centro cultural de Kandy está à beira do lago, atrás do Templo do Dente. Há uma pequena exposição, com tecidos e artesanatos tradicionais da região, mas as pessoas vêm aqui principalmente à noite, para ver as performances de dança. A dança da região é muito peculiar, e é praticada na maioria por homens. Há jogos com fogo, e se atinge um nível de meditação que você pode chegar a um transe. No geral os espetáculos são à tarde, cerca das 18h, e a entrada custa 200 Rs. Mas é melhor você averiguar, ou no centro ou em seu hotel, em geral eles sabem o que está na agenda no dia.
De interesse cultural en Maha Nuwara
Elephants Tailors
Pode parecer uma profissâo muito curiosa, mas não é! Em vários templos dos quais son los 'principais' de Kandy, ou seja, o templo real de relíquia do dente de Buda, Kataragama, Vishnu, Natha e Pattini, você pode observar esta actividade estranha, especialmente no final de julho e início de agosto, quando é hora Esala Perahera festival. Cada templo tem alguns elefantes, animais considerados divinos que vivem e comem no templo. Durante o festival, vai ter uma grande procissão com varios dançarinos,com bateria,com fogos de artifício ... todas as noites durante dez dias. Para isso, o elefante, para cada dia de festa que fazem tem varias fantasias vestidas todas elas de diferentes maneiras. Mas avanço para a última noite,que è quando è mais luxuoso é o que vestem ao elefante. Alguns têm a luz, outros segmentos de ornamentos de ouro e pedras preciosas. A cabeça é coberta e ouvidos também, além de todo o corpo do elefante. Durante o dia, você pode ver os últimos retoques para as fantasias de cada um dos templos, e antes da procissão, como os elefantes usam.
De interesse cultural en Sigiriya
Wall mirror
(1)
Este local, localizado no início da subida à rocha gigante de Sigiriya que se conhece como a parede de espelho, porque a sua superfície foi polida e ficou brilhante como um espelho. É de grande importância histórica pela maneira com a qual durante séculos, foi coberta com graffitis. Os que visitavam Sigiriya, a antiga capital do reino do Sri Lanka, a partir do S. VII até o S. XIX, quando foi proibido, tem deixado mensagens escritas nesta parede. Ao nível literário, é uma grande fonte de informações e que, naqueles tempos se escrivía de forma completamente diferente. A maioria das pichações são do S. VII até XIII. A linguagem utilizada é muito mais poético, e alguns ainda não foram traduzidos.