No o app você vê muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde você quer ir?
Você curte Zaragoza?
Compartilhe com todo mundo
Entrar com Google +

O que fazer em Saragoça

505 colaboradores

220 lugares que ver em Zaragoza

Catedrais en Zaragoza
Basílica de Nossa Senhora de Pilar
(187)
A Basílica de Nossa Senhora do Pilar é uma catedral barroca. Localizado no coração de Saragoça, esse imponente edifício proporciona um leque de cores sobre sua fachada no pôr do sol. O céu das fotos não foi retocado. O sol vai se pondo e o azul cobre o céu para nos deixar boquiabertos diante de um festival espetacular de cores.
Palácios en Zaragoza
(101)
Praças en Zaragoza
Plaza de Pilar
(98)
A Praça do Pilar (em espanhol chamada Plaza de Pilar) é a principal praça da cidade de Saragoça. Não é muito longe do rio Ebro, e é onde a cidade começou a ser construída, ao redor das duas grandes instituições religiosas: a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e a Catedral de São Salvador, ambas construídas na praça. Nessa praça também está o Mercado, que é um prédio antigo e onde agora há exposições da Fundação Caixa Catalunha, a Câmara Municipal e vários prédios turísticos de informações e exposições. É uma praça surpreendente pelo seu tamanho, e o melhor é que é só para pedestres, então é tranquilo para passear, sentar para tomar sol e aproveitar a vista. É muito relaxante comparado com a parte mais moderna da cidade, que tem um trânsito terrível. Podemos imaginar um pouco como era na época do domínio muçulmano. Saragoça era a capital de um reino onde a música, a arte e a ciência estavam no centro da vida da corte. Era uma cidade muito culta e as construções foram muito bem preservadas, não é como Granada que, fora Alhambra, pouca coisa permaneceu.
Rios en Zaragoza
Curso do Rio Ebro por Saragoça
(72)
Saragoça é atravessada por um rio, o Rio Ebro. Cheia de pontes que ligam uma margem à outra. A área de exposição, a roda-gigante, a Ponte de Pedra... Enfim. Eu estou apaixonado por Saragoça. Pequena, mas tão grande ao mesmo tempo. Visite-a!
Igrejas en Zaragoza
Catedral de São Salvador de Saragoça (La Seo)
(78)
A Catedral de São Salvador de Saragoça é a segunda maior igreja da cidade. Junto com a Catedral Basílica de Pilar, está construída na Praça de Pilar (Plaza del Pilar). As pessoas a chamam de "La Seo", enquanto a outra é chamada de "El Pilar". Foi construída no lugar de um antigo fórum romano e foi uma mesquita na época moura. Isso explica porque o minarete continua integrado ao prédio atual. As paredes externas da catedral parecem ter um pouco de influência árabe. É uma mistura de estilos: a fachada é diferente da torre do sino, misturando românico, gótico, gótico-mudéjar, renascentista e barroco. Sempre foi o centro religioso da cidade, desde a época romana. O valor da entrada é de € 2,50, e pode-se visitar de terça à sexta-feira, das 10h às 13h30 e das 16h às 17h30, e aos sábados, das 10h às 12h30h e das 16h às 17h30. Nas segundas está fechado e no domingo abre das 10h às 11h30h e das 16h às 17h30. Vale a pena verificar os horários de alta temporada, porque essa é uma das visitas mais importantes da cidade e seria uma pena perdê-la.
Pontes en Zaragoza
A Ponte de Pedra
(42)
A ponte de pedra de Saragoça é uma velha ponte, construída no século XII, para garantir que as pessoas pudessem atravessar o rio Ebro em qualquer época do ano. A ponte que vemos hoje começou a ser construída no século XV, mas há algumas partes mais antigas. Há também um parapeito chamado Parapeito de São Lázaro, que era como uma muralha que evitava as inundações no centro da cidade quando o nível de água do rio subia. Naquela época, a cidade estava apenas nos arredores do centro antigo, e só a cruzavam para ir trabalhar nos campos que estavam do outro lado ou para viajar. A ponte representa um grande avanço para a época, foi uma das primeiras pontes permanentes no país, e a nível de comunicação e de comércio, facilitou muito as coisas para as pessoas da região, e também para a população do vale de Madrid e da cidade de Barcelona. Está construída em pedra de cantaria. A ponto estava sendo restaurada, por isso só se podia observá-la de longe, com a Catedral de Pilar ao lado, uma vista muito linda da cidade.
Ruínas en Zaragoza
Teatro Romano
(9)
O Museu do Teatro Caesaraugusta, localizado na Calle de San Jorge, junto com a exposição do Rosário de Cristal, é parte da rota romana de Saragoça ou roteiro romano, em conjunto com o Museu de Termas Públicas de Caesaraugusta (Museo de las Termas Públicas de Caesaraugusta), o Museu do Porto Fluvial de Caesaraugusta (Museo del Puerto Fluvial de Caeseraugusta) e o Museu do Fórum de Caesaraugusta (Museo del Foro de Caesaraugusta). A entrada é € 2,50, mas você pode comprar um bilhete conjunto para os quatro museus da rota por € 7 ou € 5 se é estudante. É possível tirar fotos dentro do museu, mas sem flash. Dos museus da rota, este é o maior e mais completo, com três andares para visitação. No térreo, há duas salas com painéis de informação sobre a evolução da cidade e do teatro ao longo dos anos. No subsolo estão várias maquetes do teatro e os restos que foram encontrados durante as escavações, basicamente restos de estátuas. Neste andar também há o audiovisual, que neste caso é uma projeção em uma sala tipo cinema, com assentos. Também se pode acessar os restos do teatro propriamente, que é o mais interessante do museu. Não é tão espetacular quanto o Teatro Romano de Mérida, mas está muito bem conservado. Por fim, no primeiro andar você pode ver alguns expositores com moedas antigas e vários audiovisuais explicativos, além do teatro virtual. Vale a pena visitar este museu.
Museus en Zaragoza
(12)
Pontes en Zaragoza
Ponte do Terceiro Milênio
(11)
Na entrada de Saragoça, perto do lugar que foi a Feira Expo Zaragoza 2008 e do Parque da Água, atravessamos por essa impressionante ponte de 270 metros de comprimento e 40 metros de altura. Ela foi inaugurada em junho de 2008 e é construída em concreto branco. Eles dizem que a colocaram esse nome porque por suas características e aparência espetacular, poderia chegar a tornar-se parte das obras do terceiro milênio. Com essa, já são sete pontes que cruzam o Rio Ebro, mas essa, sem dúvidas, leva as honras.
Exposições en Zaragoza
Torre da água
(10)
A exposição internacional celebra-se durante este Verão em Saragoça com a água como tema central. A torre fotografada é o edifício mais representativo da exposição que simula a forma de uma gota de água vista por cima. Outros edifícios de interesse são o Pavilhão de Espanha, o Pavilhão ponte desenhado pela famosa arquitecta Zaha Haid e o pavilhão de Aagón. A exposição termina no final de Setembro.
Museus en Zaragoza
Museu dos Faraós e Rosario de Cristal
(11)
Dentro da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, no centro de Saragoça, estão expostas permanentemente as lanternas de cristal que saem ao anoitecer a cada 13 de outubro em uma procissão, simulando as contas de um rosário. Todas as peças são feitas à mão, alguns delas têm mais de um século de idade. As lanternas representam, algumas no formato de janelas, os Mistérios Gloriosos, Luminosos, Gozosos e Dolosos. Também encontramos representações monumentais de lugares emblemáticos, que são transportadas em grandes carros alegóricos. Todos eles compõem o Rosário de Cristal. Se você visitar Saragoça, eu recomendo que você vá a esse museu, pois realmente vale a pena e é fácil deixar ele passar despercebido. Tours são realizadas a cada meia hora com as pessoas que vão chegando e a visita começa acompanhada por uma voz em off, quando você entra está tudo escuro, as lanternas vão se iluminando uma a uma e, finalmente, todas são iluminadas e você têm um tempo para vê-las detalhadamente. Quando fomos não havia ninguém e fizemos a visita sozinhos, foi uma experiência muito agradável, independentemente da compartilhar ou não da crença religiosa. Estar no escuro, em silêncio e poder contemplar estas obras de arte iluminadas foi a coisa mais bonita que me lembro da visita a Saragoça. E se você tiver a chance de participar da procissão, deve ser algo único.
Igrejas en Zaragoza
Igreja de Santa Maria Magdalena
(5)
A igreja de Santa Maria Madalena de Saragoça está escondida entre as árvores, a poucos passos de Coso, a avenida que se encontra em torno da parte antiga da cidade. É uma igreja mudéjar muito bonita, construída no século XIV, embora igrejas romanas sejam mencionadas no mesmo local desde o século XII. Foi reformada no século XVIII, em estilo barroco, mas continuou a luzir a torre mudéjar com lindos azulejos azuis, verdes e amarelos, bem como na parte de trás da igreja, o exterior do lugar, que lembra a época dos árabes. É uma igreja única, como as demais igrejas mudéjar de Aragão, e possui algumas pequenas capelas laterais. Por sua arquitetura e decoração, a relacionam com o Palácio de Aljafería, e há semelhanças nas janelas, a forma dos arcos... Não é a primeira igreja ou monumento religioso que se visita em Saragoça, mas se você tiver pouco tempo, deve passar por fora para, pelo menos, apreciar a sua torre muito bem preservada. Pode-se subir na torre através da escada que está aberta ao público em determinadas datas. Assemelha-se a um minarete de almóada, com a sua forma quadrada.
Igrejas en Zaragoza
Igreja de Santa Isabel de Portugal
(7)
A igreja de Santa Isabel, uma joia barroca de Saragoça, está cheia de símbolos associados com o Reino de Aragão. Por que? Bom, pelo simples fato de que o Conselho de Pagamentos do Reino, uma instituição criada na Idade Média para controlar os impostos gerais (assim chamado porque todos deviam pagar, era geral), que eram cobrados sobre os produtos que entravam e saíam do Reino. O Conselho Municipal (composto por oito membros eleitos dos quatro "braços" representados na Corte, na alta nobreza, na baixa nobreza, no clero e nas universidades, ou seja, nas cidades) passou a ter grande poder, não apenas econômico, mas também político. No século XVII, quando seu poder já não era tão grande quanto tinha sido, construíram uma magnífica igreja dedicada à sua padroeira, Santa Isabel, Infanta de Aragão, Rainha de Portugal e canonizada pelo Papa Urbano VIII em 1625. Meio século depois, começou a construção dessa igreja, onde se instalaram os teatinos, uma ordem fundada por São Caetano (por isso, algumas pessoas conhecem essa igreja por esse nome). A fachada é incrível, totalmente coberta com relevos (o que, em Saragoça, é muito impressionante, porque, devido à falta de pedras nas proximidades da cidade é uma coisa muito rara). Todos os relevos estão relacionados com as quatro partes do escudo de Aragão: a árvora de Sobrarbe, a cruz de Iñigo Arista, a cruz de Alcoraz e as barras transversais. Se você quiser conhecer melhor a história de cada um, pode entrar em http://bit.ly/zG2XgJ Quanto ao interior, se destaca o magnífico retábulo, onde se encontra a escultura de Santa Isabel e coroado por um espetacular São Jorge a cavalo derrotando o dragão. Se você quiser saber mais sobre a história de São Jorge e o dragão, entre em http://bit.ly/HDs1BY, e para entender sua relação com o Reino de Aragão, entre em http://bit.ly/IqXTuI Discreto, mas muito importante, é a caixa onde se encontram os restos mortais de Juan V de Lanuza, o Defensor de Aragão, decapitado por ordens de Filipe II. Se quiser conhecer melhor sua história, entre em http://bit.ly/JB8yUK Por fim, ao pé da igreja está a Capela de Cristo de la Cama, a imagem mais importante da Semana Santa de Saraçoca, que preside a procissão geral do Santo Enterro que acontece na sexta-feira santa. Em suma, uma visita muito indicada.
Praças en Zaragoza
Praça de Touros La Misericordia
(10)
A Praça de Touros da Misericórdia é assim chamada porque ela foi construída no século XVIII, para que a sua renda fosse destinada para manter, em parte, a Real Casa de Misericórdia (que fica ao lado e é conhecida como edifício Pignatelli, a sede do governo Aragão). Quer comprovar que Saragoça é uma cidade taurina? Bem, é só clicar aqui e encontrar histórias das Praças de Touros e Toureiros: http://bit.ly/qkF0zm Se você quer descobrir este e muitos outros animais nos monumentos de Saragoça, sugerimos um passeio bem curioso: "Un safari a la fresca". Para mais saber mais, entre em: http://bit.ly/o5louB E se você estiver em um grupo de estudantes ou adultos interessados, entre em contato conosco pelo telefone: 976 207 363, porque nós podemos organizar o passeio para quando vocês quiserem. E se você quiser saber o que temos planejado para as próximas semanas, entre em: http://www.gozarte.neto Nosso facebook: http://www.facebook.com/gozARTE
De interesse cultural en Zaragoza
Muralhas Romanas
(13)
As muralhas romanas de Caesaraugusta estão localizadas em Saragoça, na Avenida Cesar Augusto, próximo ao Escritório de Turismo e do Mercado Central. Ao redor dos restos das muralhas romanas, encontramos a Alegoria do Portão da Paz e o Monumento a César Augusto.
Ruínas en Zaragoza
(8)
Estátuas en Zaragoza
(14)
De interesse cultural en Zaragoza
(11)

O que visitar e o que fazer em Zaragoza

Em pleno coração de Zaragoza, atravessando a Ponte de Pedra e Petril de San Lazaro se chega a
à Basílica de Nossa Senhora de Pilar, uma das coisas que ver em Zaragoza essenciais e o monumento mais famoso da cidade. Dentro da básilica se pode contemplar a imagem da venerada Virgem del Pilar. Andando pelo centro histórico há muitos lugares que visitar em Zaragoza. Junto a basílica se destacam a Lonja de Zaragoza e a Catedral Seo. E não perca o Palácio Aljafería, o Convento do Santo Sepulcro, as muralhas romanas e a igreja de Santa Isabel. E para recuperar forças, vá ao tubo de Zaragoza, uma área central delimitada entre as ruas Mártires, Quatro de Agosto e Estebanes, famosas por seus bares de tapas. Na região também se encontram muitos locais de interesse que conhecer em Zaragoza como a igreja de San Gil Abad e o Palácio dos Condes de Sástago, atrações de Zaragoza também
imprescindíveis.

A Exposição Internacional de 2008 deixou outros lugares turísticos de Zaragoza como a Ponte do Terceiro Milênio e a Torre de Água. E se terminar de ver tudo que há em Zaragoza, há muitas atrações nos arredores da cidade. Há muito o que fazer em Zaragoza e região, principalmente, ligado ao patrimônio histórico e cultural. Muel, famosa por sua cerâmica, Longares e os retábulos da Igreja de Nossa Senhora da Assunção ou Fuendetodos, cidade natal de Goya, são algumas das excursões mais freqüentes que saem a partir de Zaragoza. Não se esqueça da incrível rota do vinho de Borja. Navegue entre as experiências compartilhadas por usuários do Minube e descubra tudo o que há em Zaragoza.