MINUBE
Continuar no app
Abrir
Aonde você quer ir?
Você curte Lages?
Compartilhe com todo mundo
Entrar com Google +

12 estátuas em Lages

Estátuas en Lages
Monumento à Correia Pinto
(2)
Uma das cidades que mais se destacam na serra catarinense pelo seus turismo rural, pelas suas tradições como também pelo grande frio inclusive com neve em determinados anos, a cidade de Lages tem também uma história rica baseando-se pela sua formação. E é pela sua construção que hoje o povo lageano tem uma homenagem em forma de monumento à um bandeirante paulista que foi incumbido com a tarefa de defender esse território dos espanhóis e que é conhecido como Correia Pinto. Além da proteção contra os espanhóis, Antônio Correia Pinto de Macedo também tinha a tarefa de proteger os tropeiros de ataques de índios e animais. A estátua que o homenageia fica na ponta da Praça da Bandeira e com grande destaque. Tem três metros de altura e pesa meia tonelada. A obra foi desenvolvida pelo artista plástico Augustinho Malinverni e a simbologia da estátua é que a mão esquerda de Correia Pinto aponta onde será construída a nova cidade que hoje é Lages e na mão direita uma espingarda em alusão à proteção dessas terras, ao seu povo e aos tropeiros que por ali passavam. Com certeza um monumento de extrema importância histórica para essa cidade e também por toda a região da serra catarinense.
Estátuas en Lages
Monumento à Getúlio Vargas
Uma das cidades mais conhecidas da serra catarinense, Lages, é uma cidade bem organizada e com potencial turístico muito bom. Na minha última ida lá eu procurei registrar os lugares que mais me marcaram quando eu morei lá por vinte e dois anos. Um desses lugares é a praça que fica em frente à Catedral Diocesana, onde brincava nos finais de semana. Além da praça estar totalmente revitalizada, alguns pontos dela chamam bastante a atenção e um deles é o Monumento em Homenagem à Getúlio Vargas. Uma estátua do peito para cima foi desenvolvida e fixada em baixo de uma obra arquitetônica com um formato um tanto inusitado formando uma letra “V” deitada e sob a parte coberta fica o monumento à Getúlio Vargas. Por curiosidade do local, o lugar é muito disputado por crianças que se aproveitam do formato da obra para brincar de escorregar sobre os ladrilhos e terminando na base onde fica o monumento de Getúlio Vargas. Esse mesmo monumento que foi inaugurado no final da década de 50, foi restaurado em 1995. Ele está na região central da praça e à sua frente fica a principal rua da cidade, a Rua Nereu Ramos centro comercial principal da cidade. Mais atrás ao lado da Igreja Matriz, fica a prefeitura da cidade.
Estátuas en Lages
Estátua de Nereu Ramos
Um dos berços do turismo rural a nível nacional, Lages, cidade que fica localizada na serra catarinense é uma ótima pedida de passeio e hospedagem em uma das várias pousadas rurais ao redor da cidade. Mas além do turismo rural, a cidade tem seus atrativos a parte. São várias as opções de gastronomia e eventos locais. Estive visitando recentemente a cidade e fiz vários passeios a pé para poder dar mais atenção aos detalhes e à parte histórica que é muito forte. Um dos ícones e representantes ilustres dessa região foi Nereu Ramos que inclusive foi presidente da república entre 1955 e 1956 que teve seu mandato curto por ter substituído o então presidente Café Filho, mas foi o suficiente para ter a sua própria homenagem do povo lageano em forma de um monumento em plena praça central, a João Costa, onde todos que lá passam contemplam essa magnífica obra de arte colocada sobre um pedestal de concreto no meio da praça. Não há como ignorar tal monumento justamente pelo seu tamanho físico e sentimental. Nereu Ramos está simbolizado em corpo inteiro com a mão direita erguida como se estivesse gesticulando uma fala e a mão esquerda em seu bolso da calça. É realmente um dos grandes símbolos desta cidade.
Estátuas en Lages
Monumento ao Tropeiro
(1)
Lages, uma cidade da serra catarinense, tem um valor histórico importante na geração de localidades e por ser palco de um ponto estratégico das pessoas que eram chamadas de tropeiros e que tinham a finalidade de cruzar várias partes do sul do país em busca de gado para levar para o estado de São Paulo e Minas Gerais. Foi um ponto estratégico para descanso e defesa de outras tropas que tinham interesse naquela região. O Monumento ao Tropeiro, acaba sendo uma homenagem direta à Antônio Correio Pinto de Macedo, um tropeiro que ali naquela região, fundou uma vila chamada de Nossa Senhora dos Prazeres das Lajens e que hoje é conhecida por Lages. Esse monumento tem nove metros de comprimento e fica exatamente em frente ao Parque Conta Dinheiro, em uma das extremidades da cidade. São três estátuas que simbolizam esse período dos anos 1700, mais precisamente 1766 quando foi fundada a vila. A primeira estátua com o tropeiro sobre um cavalo e mais outras duas estátuas de cavalos carregando mantimentos por entre a vegetação alta e pinheiros araucárias. Uma homenagem digna do povo de Lages em reconhecimento ao que hoje é uma cidade totalmente estruturada e referência em vários aspectos na serra catarinense.
Estátuas en Lages
Monumento às Lavadeiras
Na serra catarinense existe uma cidade chamada de Lages. Essa cidade tem uma história muito forte e bonita além de alguns personagens de nível nacional e que representaram bem a cidade como, por exemplo, Nereu Ramos que já foi inclusive presidente da república. A história da cidade é composta por várias vertentes interessantes e uma delas baseia-se em uma parte de um dos parques da cidade que é o Parque Jonas Ramos, ou mais conhecido por todos que moram lá por “tanque”. Nesse parque foi inaugurado a poucos anos atrás um monumento em homenagem às mulheres lavadeiras que nos anos de 1771 aproximadamente efetuavam suas tarefas de lavar roupas em nascentes d’água que existiam naquele lugar e que também tinham uma proteção estratégica contra índios que tinham costume de molestar mulheres e também por estarem mais protegidas de animais. Foi então que o formato desse lugar em que lavavam as roupas inspirou o nome secundário do Parque Jonas Ramos para simplesmente “tanque”. A obra é composta por duas imagens em bronze de lavadeiras desenvolvendo suas atividades em um pequeno lago artificial acompanhadas por um guardião com uma lança atrás de uma outra mulher segurando uma criança no colo, tudo isso circundado por pedras talhadas a mão. A composição da obra ficou muito bonita e significativa.
Estátuas en Lages
Monumento Dom Daniel H. Hostin
Uma das mais belas cidades da serra catarinense, símbolo das baixas temperaturas e referência no turismo rural onde possui inúmeras pousadas para receber hóspedes de todo o Brasil, Lages é um lugar tranquilo, bonito e bem organizado. Recentemente estive visitando essa cidade que me acolheu por vinte e dois anos e tive o prazer de voltar e ter a oportunidade de ver como estão as coisas por lá depois de tanto tempo fora. Um dos lugares mais conhecidos lá é a Praça da Catedral como é conhecida, mas seu nome é Praça João Ribeiro. Ela está em ótimo estado de conservação e possui alguns monumentos de homenagens à figuras que foram importantes para a cidade e que merecem seus lugares para que quem visite possa contemplar e saber um pouco mais sobre eles. Um dos bustos de homenagem que encontrei na Praça João Ribeiro foi a do Bispo Dom Daniel Hostin, que foi o primeiro bispo Diocesano em Lages. O monumento ao Bispo também marca a data do ano de 1969 e do quadragésimo ano de bispado. A estátua fica em uma das extremidades da praça, com o rosto do bispo virado para a catedral diocesana e logo do outro lado da rua a prefeitura municipal.
Estátuas en Lages
Monumento Dr. Cesar Sartori
Um dos lugares mais bonitos e marcantes que visitei quando estive em Lages, na serra catarinense recentemente foi a Praça João Ribeiro, também conhecida como a Praça da Catedral justamente por ficar do outro lado da rua bem em frente a ela. Nela pude vislumbrar como está sendo bem mantida a sua aparência e limpeza bem como a valorização dos monumentos que ali estão e que têm um grande valor para o povo lageano e para toda a serra catarinense. Nela estão por exemplo monumento em homenagem à Getúlio Vargas e ao primeiro bispo Diocesano na cidade, o Bispo Dom Daniel Hostin, dentre outras figuras ilustres desta cidade e que merecem o seu espaço nesse lugar tão tradicional. Dentre eles, vale destacar a homenagem em forma de monumento ao Doutor Cesar Sartori que também tem sua estátua, seu busto esculpido e fixado virado para a principal rua da cidade que é a rua Nereu Ramos. O Doutor Cesar Sartori nasceu em Vicenza na Itália e veio a falecer em Lages no ano de 1945 e tinha um grande apreço à cidade. Soube que o Doutor Cesar Sartori veio morar em Lages em 1920 e que prestou seus serviços na área da saúde principalmente aos negros e moradores de rua.
Estátuas en Lages
Monumento Dr. Valmor Argemiro Ribeiro Branco
A Praça João Ribeiro em Lages, serra catarinense, é uma das praças da cidade de maior importância simbólica em termos de homenagens à figuras que foram de certas formas muito importantes para a cidade e para o país de certa forma pelas suas representabilidades sociais e pelos seus feitos. Uma dessas figuras importantes e que tem sua homenagem fixada nessa praça é o Doutor Valmor Argemiro Ribeiro Branco. Sua estátua está em uma das extremidades da praça e voltada para o lado da catedral, está em ótimo estado de conservação e seu busto fica sobre uma estrutura de concreto alta e que proporciona um bom destaque à obra de quem desenvolveu sua estátua. Ele foi o primeiro médico lageano e carrega outros títulos como Presidente do Conselho Municipal, Prefeito de Lages, Deputado Estadual, Presidente do Estado Estanciero. Nascido em 1885 nesta mesma cidade, acabou falecendo em Nova Iorque em 1952. Perto da sua estátua porém com um destaque bem maior, fica o monumento em homenagem à Getúlio Vargas e fica bem ao centro da praça. Todas as figuras históricas ali homenageadas não deixam de ter seus valores menosprezados um pelo outro e se o Doutor Valmor Argemiro Ribeiro Branco tem o seu espaço fixado nesta praça é porque o seu povo tem o seu respeito e admiração pelos seus feitos.
Estátuas en Lages
Monumento à Octacílio Costa
Lages, cidade da serra catarinense é referência em turismo rural onde as belezas dos campos encantam seus visitantes bem como a sensação do frio extremo para quem está acostumado com altas temperaturas e procura essa novidade tão comum por aqui. Além desses atrativos, Lages também oferece inúmeras outras opções de lazer e turismo. A cidade tem um valor histórico muito rico e isso também fortalece o turismo e é demonstrado em toda a área urbana com alguns monumentos de cunho político ou de conquistas para que além do povo lageano saiba e preste suas homenagens, que os turistas também aprendam um pouco mais da cidade que visitam. Um desses monumentos que homenageiam uma figura histórica é o Monumento à Octacílio Costa. Ele fica localizado na praça João Costa em pleno centro histórico da cidade. Seu busto está entre uma vegetação específica ao redor para dar mais destaque em contraste de cores com a estátua. A praça João Costa ainda abriga outros monumentos mas esse em específico de Octacílio Costa fica em destaque na extremidade em frente aos bancos na frente dos ladrilhos do chão. Em alusão à Octacílio Costa e ao seu monumento, existe uma cidade ao lado de Lages também chamada de Otacílio Costa em sua homenagem.
Estátuas en Lages
Monumento Boi de Botas
A serra catarinense é contemplada por várias cidades com porte turístico muito bom. O frio de lá ajuda bastante a fortalecer o turismo rural, com roteiros e hospedagens personalizadas para esse tipo de turista que busca um conforto diferenciado. A cidade de Lages se enquadra perfeitamente nesse contexto e oferece inúmeros atrativos para o turista se ocupar. Sua história de formação é rica em detalhes e estágios. Muitos destes estágios são contados por toda a cidade pelos seus monumentos colocados em pontos estratégicos para que não só a população local saiba valorizar mas também para quem é de fora da cidade possa aprender um pouco sobre essa localidade. Um desses monumentos fica localizado na entrada da cidade para quem vem da BR-116. O monumento em questão é o Boi de Botas e fica ao lado direito da rótula final da cidade, em uma parte mais elevada da rua sobre um gramado. A estátua é de dois grandes bois que puxam uma carroça auxiliada pela força de dois tropeiros e de mais outro na frente segurando uma corda amarrada aos bois e os guiando na direção certa. Lages é uma cidade onde antigamente os tropeiros vindo do norte do país passavam por ali para recolher gado para levar para a região do estado de São Paulo.
Estátuas en Lages
Monumento à Nereu Ramos
A serra catarinense abriga um dos maiores polos de turismo rural do país. Vários atributos ajudam a compor o cenário e ficar propício para essa prática como por exemplo o frio pois ele acaba obrigando naturalmente que sejam feitas pousadas e roteiros campestres para caracterizar e tornar mais emocionante o passeio. As cidades mais conhecidas para essa prática são Urubici, São Joaquim, Lages, dentre outras. Só que nem de frio vive o turismo nessas regiões. A cultura está presente em diversos pontos da cidade de Lages em forma de museus e monumentos distribuídos por toda a cidade desde os seus acessos justamente para contar a história do seu povo e como essa região tomou forma. Um dos lugares que descrevem parte dessa história é o Museu e o Monumento à Nereu Ramos. Ambos ficam no mesmo espaço por entre casas e prédios sendo um deles histórico que hoje é o Colégio Vidal Ramos Junior. O monumento à Nereu Ramos fica na parte de cima do museu ao lado de uma pirâmide de vidro e que lá de cima pode tanto ser visto o interior do museu pela sua vidraça quanto tocar no busto da estátua de bronze. Nereu Ramos foi uma importante figura política e que influenciou muito o desenvolvimento da cidade e do país já que na nossa história tem a escrita que ele atuou como presidente da República por dois meses e vinte e um dias entre 1955 e 1956.
Estátuas en Lages
Monumento Carro de Molas
A cidade de Lages na serra gaúcha é uma cidade muito turística tendo como principal foco o turismo rural devido ao grande número de pousadas e agregadas ao frio torna-se muito chamativo à visitação de milhares de turistas principalmente no inverno. Além disso na área urbana nos últimos anos foram fortalecidos os aspectos históricos para melhor contar a história da cidade e região. Tudo isso em forma de monumentos sendo que um se destacou bastante pra mim. O monumento em questão é chamado de Monumento Carro de Molas e que faz alusão aos primeiros veículos utilizados até a década dos anos 50 tanto por famílias quanto por pessoas que vinham da zona rural ou de outras cidades ao centro administrativo de Lages para negócios ou visitas. Ele está localizado na Praça Vidal Ramos Sênior bem ao lado do terminal de ônibus da cidade e que antigamente foi o mesmo terminal para esses tipos de veículos tanto para entrada quanto para saída. Seu comprimento é de 90 metros e feito em concreto e ficou muito bonito em meio ao lago onde em intervalos de poucos segundos jatos d’água saem das laterais embelezando ainda mais esse cenário que também é composto por árvores e arbustos que decoram e arborizam a praça. No dia que estive lá, o monumento estava sendo palco para um ensaio fotográfico e que acredito eu tenha fica muito bonito.