No o app você vê muito mais, e bem mais rápido
Download
Aonde você quer ir?
Você curte Minas Gerais?
Compartilhe com todo mundo
Entrar com Google +

Árabe em Estado de Minas Gerais

7 colaboradores

3 árabe em Minas Gerais

Restaurantes en Uberlândia
Sahtten
(2)
Só comidas excelentes durante almoço e janta, pena que engorda!
Restaurantes en Pocos de Caldas
Tenda do Habibi
Quem estiver em Poços de Caldas deve visitar este lugar, que tem uma das melhores comidas árabes que se pode provar no Brasil. Some-se às receitas tradicionais um atendimento extraordinário e está desenhado um momento especial. Você pode optar pelo almoço executivo, com uma excelente relação entre custo e benefício, ou fazer seu pedido. Mas prepare-se para ficar com muitas dúvidas entre as diversas e tentadoras opções do cardápio. Entre as opções, considere experimentar os pães sírios morninhos, o babaganoush, um espetacular quibe crú, o arroz marroquino e os charutinhos. Mas algo que não pode faltar é a esfiha de gorgonzola com pera. E mais, você pode complementar sua experiência com cervejas especiais, saindo da mesmice. Reserve um espaço para as sobremesas, em especial a coalhada seca com figo ramy. Como se ainda precisasse de algo mais, a música ambiente é de um bom gosto sem par.
Restaurantes en Belo Horizonte
Empório Vila Árabe
O empório é uma referência da comida árabe na capital, faz parte da história da cidade. A vinda de imigrantes para o Brasil, que fugiam da guerra, trouxe pessoas de várias nacionalidades que se espalharam pelo país. Foi assim que o libanês Gaby Madi chegou à capital e como outros de seus conterrâneos se estabeleceram no comércio. Hoje não há quem não conheça uma das lojas do Vila Árabe, são 8 pela cidade e o restaurante na rua Pernambuco. Os mais variados produtos vindos do oriente estão lá: tâmaras frescas, molho de romã, xarope de jallab, além dos que são produzidos com marca própria, com receitas autênticas de família. Kibes, esfihas, cafta no espeto, pasta de homus, tabule e babaganuche, são alguns dos salgados que se pode encontrar por lá. Mas o mais interessante é que apesar da tradicional comida árabe, o carro-chefe é a coxinha (brasileiríssima), uma das melhores da cidade, com variações como a coxinha gigante, coxinha de camarão e a tradicional. Além dos salgados, os doces também tem espaço, como ninho de pistache e damasco.