Aonde você quer ir?
Entrar
Meu perfil
Edite o seu perfil
Sair
Deixa a tua opinião
Publicar

Casa Portuguesa

sites+30
    Pesquisar
    Quarto hóspedes
    Noite Preço por noite
    Ordenar
    Aplicar
    OFF ON
    Vê o preço total
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    Carregando
    Hotéis similares perfeitos para você
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$
    R$

    2 opiniões sobre Casa Portuguesa

    Casa Portuguesa

    Excelente

    A Sul de Portugal, há uma cidade chamada São Brás de Alportel, onde pode ver as montanhas ou o mar. Seu povo, agradáveis ​,cordiais e de braços abertos para as pessoas que chegam lá, guardam essa mistura de tradições antigas e modernas, fazendo o tempo parar.Deste lugar partiram á mais de cinquenta anos atrás Antonio Lopes e Maria Luiza Viegas, para um país chamado Argentina, onde construiu sua casa e onde eles também tiveram seus filhos. Hoje, mais de dez mil quilômetros de distância de Portugal, é a Pousada São Bras de Alportel, um lugar que é responsável por manter a tradição Portuguesa, recriando os costumes, a música, a literatura e a paisagem do lugar e dali.

    Ler mais

    Mostrar Portugal numa pousada argentina...

    Mostrar Portugal numa pousada argentina

    ALEXANDRA MACHADO
    DIREITOS RESERVADOS

    Não conhece Portugal. Mas tenciona um día visitar. Percebe tudo de português, mas a falar refugia-se na segurança do espanhol. Víctor Lopes é um lusodescendente, como tantos outros. Mas na Argentina avança com um projecto único. Construir uma pousada-museu onde a temática predominante será Portugal.

    Até pelo nome. A Pousada levará a designação de San Bras de Alportel, a espanholização da terra de onde os seus país imigrarem nos anos 40 à procura de uma vida melhor. São Brás de Alportel, no Algarve, viu partir María Luísa Conceição Viegas e António Lopes, como então vía partir tantos outros portugueses. A vida não era fácil, lembra Víctor Lopes de ouvir contar os país. María Luísa dedicava-se à costura e ao trabalho no campo. António era sapateiro e tocava saxofone, ofícios que manteve em Buenos Aires para onde imigraram. Foi aquí que tiveram os quatro filhos, entre os quais Víctor Lopes que, aos 44 anos, embora não conheça a terra dos país quer homenageá-los com uma pousada dedicada a Portugal. "Mas queríamos algo mais do que uma pousada", explicou, telefónicamente, ao DN Víctor Lopes, explicando que é sua intenção "difundir a cultura portuguesa, a música, os costumes". Apesar desta iniciativa, lamenta não ter conseguido apoios por parte da Embaixada portuguesa ou do Instituto Camões. Não pediu dinheiro, assegura, quería apenas contributos para a parte museológica. Esses têm-lhe chegado dos particulares e de empresas. A Internet ajudou a divul- gar o projecto. Víctor Lopes lembra o endereço (posadasanbras@hotmail.com) para quem o quiser contactar e mostra-se sempre disponível para dar informações sobre a Argentina. "Já tenho dado informações e mandam-me mails a perguntar coisas sobre a Argentina". Afinal, Víctor Lopes está habituado a estas coisas do turismo, actividade em que trabalhou em Buenos Aires até decidir dedicar-se a tempo inteiro à pousada. Trabalhava na capital argentina, mas mudou-se para a Villa General Bergano, uma localidade turística com forte presença europeia, uma vez que albergou muitos alemães, suíços, austríacos. Portugueses, apenas cinco famílias.

    Ler mais
    Você já esteve aqui?
    Compartilhe as suas fotos e opinião para ajudar outros viajantes a descobrirem
    Informação do hotel
    Corrientes 172
    Endereço
    Página web
    54 3546463220
    Telefone
    O que você gostaria de saber sobre este estabelecimento?
    Avaliações
    Carregando
    Tipo de erro
    Escolha o quarto ideal
    Carregando
    ver mais