Baixe o app minube
Veja tudo melhor e mais rápido
Download
Aonde você quer ir?
Entrar com Google +
Recomendar um lugar
Você curte Segóvia?
Compartilhe com todo mundo
Aonde você quer ir?
O melhor
Ver
Comer
Dormir
Vôos
Baixe o seu guia PDF de Segóvia
Baixe grátis Baixe o seu guia grátis
32 recomendações de viajantes sobre o que fazer

Os melhores pontos turísticos de Segóvia

Ver mais (53)
Inspire-se com as melhores listas de viajantes experts

Lugares para visitar e o que fazer em Segóvia

Ver mais
Ver
Ver mais
Ver
Ver mais
Ver
Ver mais
Ver
Razões para visitar Segóvia

O que visitar e o que fazer em Segóvia

Em 1985, a Cidade Velha de Segóvia e seu aqueduto foram declarados Património Mundial pela UNESCO, portanto uma das primeiras coisas para se ver na cidade é o aqueduto. Ele está localizado na Plaza del Azoguejo e é o trabalho de engenharia civil romana mais importante da Espanha, um símbolo distintivo da cidade. Além dele, a Cidade Velha é um lugar imprescindível de visitar em Segóvia - nela se encontram vários edifícios históricos, tanto civis quanto religiosos, católicos e judeus, símbolos da diversidade. Bons exemplos da diversidade cultural da cidade são uma antiga sinagoga que agora é a Igreja do Corpo, e o cemitério judeu localizado em El Pinarillo. Este cemitério é um daqueles lugares para conhecer que é impossível de se manter indiferente. El Alcazar é uma das atrações de Segovia mais relevantes. É um palácio real localizado no topo de uma rocha entre os rios Eresma e Clamores. Foi uma das residências dos reis de Castela, de Alfonso X, o Sábio e de Henrique IV, e de lá partiu Isabel, a Católica, para ser coroada rainha de Castela na praça principal. Igualmente importante é a Catedral de Santa Maria, a última catedral gótica construída em Espanha. Ela é considerada a obra-prima do gótico basco-castelhano, portanto  vale a pena incluir uma visita na lista de coisas para fazer em Segóvia. As muralhas da cidade são uma das atrações Segóvia mais antigas. Já existiam quando Alfonso VI de Castela arrebatou a cidade dos árabes. Elas cercam a Cidade Velha, e atualmente tem três portões: San Cebrian, Santiago e San Andrés, e as portas de Consuelo, San Juan, do Sol e da Luna. Se tratando de espaços verdes, existem também lugares turísticos como o Paseo del Salón, um dos jardins mais antigos da cidade; o Jardim da Misericórdia; os Jardinillos de San Roque; e os Jardines de los Huertos, que tem este nome por ocuparem a horta de um convento, entre muitos outros.
... ler mais